Slipper

Nem só de roupas vive a moda e as moderniña pira nas roupas pra vestir os pés ou nos chamados sapatos. E os tão na moda slippers fazem definitivamente os nossos pés! São confortáveis, elegantes e versáteis: vão com calça, short, saia… Além disso, a variedade de opções deixa qualquer indecisa a beira da falência. Já escolheram os seus? Olhem só esses modelos:

Este slideshow necessita de JavaScript.

Curtiram?

If you seek Amy

Há anos atrás, eu parei o zap do controle no Brit Awards, a premiação britânica da música. Eu fiquei impressionada com a figura e a voz da TV. E essa figura era a Amy Winehouse. É possível se impressionar com a Beyoncé também, que tem uma boa voz, uma enorme presença e investe pesado em um corpo de ótimos dançarinos e na apresentação circense. No entanto, não possui nada de extraordinário. A Amy sim era extraordinária. Do figurino à figura. Da cabeça aos pés, literalmente. A cantora tornou-se icônica rapidamente e ditou tendência. Vestidinhos evasês marcados na cintura, com ou sem cinto, saltão, shortinho desfiado com blusa regata, corpetes xadrezes, tomaras que caia com decote coração, maquiagem de gatinho nos olhos foram vistos em desfiles e vitrines pelo mundo à fora. Amy Winehouse não inventou isso, mas tornou fortes esses modelos. A sua moda pegou.

Acho uma pena a sua perda, mas honestamente, poupo meus sentimentos para fatalidades. Li que sua mãe afirmou que a morte da filha era uma questão de tempo. É lamentável ouvir isso de uma mãe e não sabemos o quanto essa mãe lutou para reverter a situação e por isso me poupo do julgamento. Apesar disso, meu único órgão que sentirá essa perda serão meus ouvidos, coitados.

Sou uma pessoa muito sentimental, mas Amy parece ter feito da vida junkie seu estilo de vida. Fez seu sucesso sob isso. Parecia tirar onda e rir na cara do perigo. Deve ser realmente uma loucura ganhar rios de dinheiro e uma fama repentina mundial. Não viver como uma pessoa “normal”. A estrutura psicológica deve ser tremenda pra suportar um mundo de facilidades. Os problemas, que são comuns a todo mortal, são transformados em freak show pela mídia. A mesma mídia que agora divulga homenagens, shows, entrevistas. E eu, que nunca dissipei, nem dei suporte a esse tipo de show, deixo em imagens o ícone de moda: Amy Winehouse.

Cintura marcada com cinto, decote e sutiã aparente

Mais cinturinha marcada, cinto e sapatilha

Make clássica da cantora

Decotão + sutiã

Mais da dobradinha

Influência Amy nos vestidinhos Moderniña

All that Blues

 Há mais de 10 anos lembro que para atingir o azul no esmalte era uma misturada danada com direito a interações de cores e a possibilidade de dar certo. Ou não. Há uns 4 anos atrás lembro da tendência do azul royal. Estava nas calças, antes do Restart “nascer”, no esmalte já prontinho, em vestidos de festa, em leggings. E a verdade é que parece uma tendência recorrente dos últimos anos e apesar do papo também ser recorrente e largamente abordado na mídia de Moda, resolvi colher imagens de opções diversas do uso da cor, que particularmente, eu adoro e lançar meu olhar azul por aqui (vindos dos olhos castanhos).

A Moderniña tá super ligada nas tendências. O nosso toque retrô não faz a gente ignorar nadinha o que está em voga. E quem sabe não colorimos nosso arco-íris de energia com o azul na próxima coleção?! E aí fica tudo blue, no sentido feliz e brasileiro da palavra*

Este slideshow necessita de JavaScript.

*Pra quem não sabe, “blue” em inglês é um estado de tristeza, depressão. Não encontrei nada relacionado, porque não pude pesquisar tão a fundo pela falta de tempo, mas acredito que o nome do ritmo Blues, tenha origem nesse conceito. Já aqui no Brasil, a gente usa a cor justamente para o contrário. Curioso, não? Tudo azul, todo mundo nu!

Mustache the World

Eu produzo uma festa aqui no Rio que chama-se Festa do Bigode. Já me perguntaram como foi que isso surgiu , mas eu não tenho ideia! Acho bigode um “artefato” caricato e engraçado. E ao fazer uma festa para comemorar meu aniversário, minha cabeça mirabolou uma temática diferente e divertida, há dois anos atrás. O empreendimento deu certo e o público surgiu de todos os cantos, questionando quem diabos era esse Bigode!

Engana-se quem diz ignorar a moda. O consumo invade a cultura de uma tal maneira que a disponibilidade das coisas é ditada pela moda. Interesso-me e muito pela pesquisa de tendências! Acho interessante como certas coisas viram moda. E o bigode tá na moda. Tá no buço, tá na moda, quase uma C&A.

Um amigo me apresentou os seguintes links. Vale à pena a clicada!

Camisetas, canecas e presentes embigodados:  http://www.zazzle.com.br/bigode+presentes

Nesse, fotos engraçadas e outros opções, não apenas embigodadas:  http://www.wix.com/moustachetshirts/loja

E aqui, bottons, inclusive de Bigode, criados pela marca carioca Bendita ideia, que inclusive é nossa vizinha de hospedagem na Tanlup. No flickr da marca dá pra visualizar todo o catálogo:    http://www.flickr.com/benditaideia   http://benditaideia.tanlup.com/page/about